Como eles crescem

sexta-feira, agosto 26, 2005

Que saudades!


O meu pestinha não está em casa, e não é que ele tenha decidido ir à discoteca e se tenha esqueçido das horas ;-), nada disso até porque ainda é menor ;-)

Agora a sério, é a 2ª vez que passa a noite longe de nós, a 1ª foi com a titi, e agora está com a avó.
Decidimos assim porque eu já estou a trabalhar, o pai ainda não, e mais importante, ele adora estar lá, tem espaço para correr ao ar livre, para brincar, respira ar puro (a casa situa-se na Costa) enfim coisas que todas as crianças adoram.

Aproveitei para limpar e arrumar o quartinho dele e o resto da casa, porque com ele torna-se sempre mais complicado.

Mas sinceramente nada parece a mesma coisa, tudo calmissimo, sem correrias, sem aqueles risinhos, sem o "mamã, anda cá bincá comigo", pequenas coisas que antes de conhecer-mos não nos faziam falta nenhuma e agora não passamos sem elas.

O que vale é que logo ao fim do dia já estarei de novo com ele...que saudades!

3 comentários:

guga disse...

Como te compreendo...
Mas deixa lá, estão quase outra vez em casa para nos arreliarem e nos fazerem perder a cabeça (às vezes, claro)
beijocas Sandra & Guga

Ana Santos disse...

Olá,
O tesourinho já foi hoje para a creche, já está melhor.
Pois quando eles não estão em casa sentimos a falta, mas com eles não conseguimos fazer nada (falo por mim)
jinhos
ana e tesourinho

Amor de Mãe disse...

Olá Paula
Obrigada pelas tuas palavritas no meu blog. O teu também é fantástico.
Entendo perfeitamente esse vazio que sentes por não ter o Henrique por perto. Eu também me sinto assim por ter de levar a Anita para o infantário. Mas tem de ser senão depois é pior quando eu fôr de novo trabalhar.
Vou adicionar-te na minha lista. Posso?
Bjokas