Como eles crescem

terça-feira, fevereiro 21, 2006

Pestinha vs Chucha

O Henrique sempre foi muito "despachado" a deixar as coisas que ficaram a fazer parte das etapas anteriores.
A fralda foi num instante e devo confessar-vos que praticamente não foi preciso treinos.
Mal deixou a do dia, durante a noite a fralda começou a ficar seca.
Não começou a andar muito cedo, tinha quase um ano, mas assim que o fez a evolução notava-se de dia para dia.
Agora a chucha tem sido um verdadeiro dilema.
Ele tem a perfeita noção, que um menino crescido (como ele diz ser) já não usa chucha, aliás na "escolinha" ele não usa e é o primeiro a incentivar aqueles que usam a deixarem de o fazer (acreditam?!), mas quando chega a casa e principalmente para dormir pede-a, e não imaginam a carinha de satisfação ao chuchar nela, até fecha os olhitos.
Já experimentámos várias "técnicas" para ele a deixar, desde dar ao pai Natal ou ao cão, deitá-la fora, estragá-la de propósito, dar prendas, enfim acho que já experimentá-mos tudo, e os resultados têm sido 0.
Nós temos plena consciência que com esta idade (quase 4 anos) é muito importante e de certa forma urgente "retirar-lhe" a chucha, até porque os dentes começam a ressentir-se...mas esta dificil.
Este foi um desabafo...da mamã desesperada...

13 comentários:

Costinhas disse...

Pelo que tu descreves a chucha funciona como uma "muleta" para ajudar a adormecer (principalmente).

A Joana nunca gostou de chucha e eu nunca incentivei esse hábito (minto, houve uma altura em desespero de causa que tentei substituir a mama pela chucha mas sem resultados).

No entanto, a muleta da Joana para adormecer era a mama. Tivemos muita dificuldade em eliminar esta necessidade, mas o que fizemos foi substituir a necessidade da mama, pela necessidade de outras coisas, que íamos substituindo até ela adormecer sozinha.

Foi um processo moroso, e aquilo que ela aceitou melhor em troca da mama, era a manutenção do contacto fisico comigo, quer tendo as mãos dela no meu peito, ou estarmos apenas de mão dada.

Truques para te ajudar com a chucha em específico não tenho, mas acho que o principal, é ensinar-lhe a ele, de que a chucha já não é necessária e encontrar formas que ele substitua o conforto da chucha por algo que o acalme.

Desculpa o testamento e a pouca ajuda. Acredito que não vão faltar opiniões de muitas mamãs que já passaram por isso!

Carla Isabel disse...

Ai amiga...se já tentaste tanta coisa ...nem sei...experimeta dizer que se perdeu ou que a levaram....

Bjs
Carla

Marta disse...

Pois...o meu sobrinho adorava a "pupa" e a "quéqué" (chucha e fralda de pano!) e não havia meio de largá-las... até ao dia em que foi com o avô fazer xixi e deixou-a caír na sanita e o avô como não deu conta puxou o autocolismo...ele ficou todo enojado pq "a pupa tinha ido para o cócó" e nunca mais voltou a pedir chucha nem fraldinha!...lol

mãe gabi disse...

amiga vou te confessar uma coisa eu usei chucha até aos 6 anos qd fui para a primaria!
nao sou nada bom exemplo!com o meu filho para já deixo andar ele adora a chupeta!

Isabel Pinheiro disse...

Já experimentaste dizer que vai dá-la aos bebés pobrezinhos, que não têm dinheiro para xuxa???

Costuma resultar... os pequenos são sensíveis às situações desse tipo, geralmente.

beijo.

isa e pedrocas

Carla disse...

Com o Tiago é igual.... durante o dia não há chucha e é ele q a deixa em casa, mas mal chega a casa, principalmente se vem com soninho, pede logo... (e eu adoro o ar dele MEGA feliz ao chuchar..). Todos os dias vou dizendo q a chucha faz mal aos dentinhos, e ele aos poucos vai deixando, mas na hora de ir para a cama, nada feito! Tem de a ter! Acho q vou deixar mais uns mesinhos... como é só para dormir... (o Tiago tem 2 anos e 3 meses).
A fralda é q esta a ser pior!
Só diz q quer fazer na sanita DEPOIS de fazer na fralda! :(
Mas acho q no verão é q vou insistir! :))

Beijocas

Carla + Tiago o Piratinha

Sebastião disse...

Quando nasci também nunca queria chucha. Agora uso-a para fazer ó-ó.
É verdade que faz mal aos dentinhos, a chucha, e convém não a usarmos até tarde mas tem que ser a pouco e pouco e tirá-la radicalmente pode provocar traumas.

Olha o exemplo do filme que saiu agora para o cinema "O chupa no dedo". É ã história e um menino que lhe tiraram a chucha cedo demais. :-)

Esta parte final é brincadeirinha. Ainda nem vimos o filme. Só que achamos o nome do filme um pouco idiota.
Beijinhos do Bebé Sebastião

Rute disse...

Não sei como ajudar-te mas tenho a sensação que vou passar pelo mesmo pois a Carolina tem uma autêntica paixão pela chuchinha dela....

Marlene disse...

Ai essa chupeta!!!! para a minha irmã a minha mãe derreteu chocolate sobre a chupeta e depois pô-la no saco do lixa e chamou-a e disse-lhe que a encontrou cheia de "cócó". Claro que ela ficou enojada e nunca mas voltou a querer a chupeta!!!
sempre é mais uma ideia!

Clara Sonhadora disse...

Eh pá... eu tomei leite pelo biberon até aos 7. Aí decidi q era crescida e deixei. Resisti o quanto pude...

Não sei como te ajudar, mas garanto que não é de 1 dia para o outro e acredito q com a chegada da mana se complique, se não for algo q aconteça nos próximos tempos...

Gina disse...

Olha, miga, gostava muito de te ajudar, mas não sei como...
Neste aspecto, tive sorte pois o Gonçalinho deixou a chucha sozinho (por volta dos dois anos)...
A única coisa que te posso dizer é que espero que consigas vencer esta etapa!
Beijos

Mãezite disse...

Tenho o mesmo problema. A minha na escola não usa, mas em casa a história é outra. Tal como o Henrique, a minha também revira os olhos assim que tem a chucha na boca. Tento só lha dar quando vai dormir e já tive várias conversas com ela, que ela já é crescida e tal, mas não têm resultado... foi boa ideia colocares aqui o post. Pode ser que haja alguma ideia milagrosa.

Ana disse...

Ainda dizes que começou a andar tarde perto de um ano?
Quanto ao deixar chucha não sei que conselhos dar.
Tesourinho usa chucha geralmente para dormir ou quando anda de carro.
Beijinhos
ana e tesourinho + anjinho