Como eles crescem

quarta-feira, abril 19, 2006

Hoje mais tristinha

Sabem quando nós chegamos ao final do dia "mortinhas" por abraçar o nosso filhote e vê-lo correr para os nossos braços, e parece que tudo à nossa volta desapareçe nesse momento?
Ontem o meu final de dia foi exactamente assim, mas alguns minutos depois de entrarmos no carro, começou uma birra daquelas, tudo porque eu habitualmente lhe levo uma lancheira com um yogurte e umas bolachas, ou um chocolate, um lanchinho leve antes do jantar, e ontem só coloquei o yogurte.
Não adianta estar a explicar-vos em pormenor tudo o que aconteceu a seguir até porque vocês devem imaginar, foram gritos, pontapés, dentadas, choro, enfim tudo o que faz parte de uma verdadeira birra.
O que me deixou verdadeiramente triste, foi o facto de ele ontem se ter virado contra mim, tal era a raiva dele, que aquele pormenor do lanche se transformou em algo muito maior.
Claro que ficou de castigo e eu que não sou muito a favor das palmadas (pelo menos utilizadas por tudo e por nada), tive mesmo de usá-la para se acalmar.
Sei que as birras são normais, mas ontem afectou-me muito...às vezes estas pequenas coisas fazem-nos por em causa o nosso papel de mãe, às vezes surge-nos aquela dúvida, será que estou a fazer bem?
Este é o primeiro, vêm aí o segundo, e surge uma certa insegurança, percebem?
Será que sou capaz? Será que devo mudar algumas coisas? Será, será??
E devo confessar, desta vez fiquei muito triste...

8 comentários:

Carla Isabel disse...

olá querida!

POis imagino o que deves ter sentido!
O meu filho tem oito anos e só me fez uma birra uma vez...eu conversei com ele muito a sério e acho que ele percebeu!

Acho sinceramente que hoje que as coisas estão mais clamas deves falar com ele e explicar-lhe como ficaste triste pela atitude dele...mas sê firme nas tuas palavras!

Bjs
CArla

Carla disse...

Amiga, sei exactamente o que sentes, pois eu também fico assim sempre que o Piratinha me faz dessas fitas....
Fico sempre a pensar qual será o melhor método a utilizar... e se o que utilizei foi o mais correcto...

Mas enfim, é o nosso papel... MÃE!
Temos de ter paciência...

Beijinhos
Carla + Tiago

Sorrisos da minha Alma disse...

Normal que fiques triste, mas tens que mostrar lhe que de facto se portou mal e o castigo é o melhor que podes fazer. Nunca mas nunca lhes podemos mostrar a nossa insegurança. Vais sim ser capaz! Uma beijoca grande

Raquel disse...

Miga é normal sentires-te assim, no entanto não deves deixar de ser firme.
É o que eu acho.
Ele tem de saber quais são os limites dele, e nem tudo pode ser ignorado.
Tenta falar com ele depois de ele estar mais calmo, explicar-lhe as tuas reacções e o porquê de as teres tomado.
Eles gostam que se fale com eles como se fossem gente grande.
Vai tudo correr bem.
Beijinhos

Susie disse...

Essas birras vão passando com o tempo...vais ver. É natural que tenhas ficado triste e desanimada, mas não deves dar demasiada importância ao assunto. Faz parte, todos os pais passam por isso. Às vezes o melhor neses casos é o (nosso) silêncio.

XanaA. disse...

De certo foi só um acontecimento isolado. Nós, por vezes, também temos uns "ataquezinhos de fúria", não temos? ;) Calma...

Bjs grandes

Ana disse...

miga..compreendo o que sentes..mas tens de ter calma e não ficares triste..
antes de ser mãe tb era contra as palmadas, mas hoje não passo sem dar uma palmada a susana na hora certa e no momento certo..
acho que não lhes faz mal..eles não deixam de gostar de nós por isso.
não podemos é tolerar certo tipo de birras.
não te culpes miga..!
fizes-te o que devias..!

beijocas!

ana e susaninha

Leonor disse...

Eu acho que ele a partir de agora vai começar arranjar pretextos para fazer birras dessas, tudo por causa da bebé que aí vem, ele vai exigir atenção e qualquer coisa que ache que falhas, vai fazer isso, é normal! Vais ver que aprendes a lidar, tu e ele.
Beijinhos...ah e parabens pela menina, o nome é lindo!