Como eles crescem

segunda-feira, dezembro 17, 2007

A festa de Natal

Já tivémos algumas festas de natal do antigo colégio deles, mas o que posso dizer desta vai muito além do que as palavras possam descrever.
Tudo correu muito bem, com os "precalços" próprios e dignos das salas dos mais pequenos, onde há aqueles pequenito de pouco mais de um ano que parece que sabem a "coreografia" de cor e salteado e os outros que mesmo estando concentrados assim que veêm uma cara familiar na plateia desatam a chorar.
A Madalena pertence à sala que acabei de descrever, mais propriamente à 2ª parte :o)
Depois há a sala dos mais crescidos e finalmente o ATL onde está o pestinha maior, e aí quase tudo é elaborado ao pormenor, eles sentem-se super importantes e não querem que nada corra mal.
A maior diferença que notei entre as festas do antigo e agora do novo colégio, é que tudo isto não é só o apresentar uma coreografia feita pelo nossos filhos, que por si só já seria o máximo, é a atenção que se dá para que os pais se possam conhecer e dialogar.
Nós pais, tivemos treinos semanais desde Outubro para termos uma coreografia para que os nossos filhos também se possam divertir e sentir orgulho de nós, e depois de ontem a minha ideia de festa de colégio mudou completamente, o facto de estarmos todos juntos, todos empenhados a fazer aquela festa, cria um ambiente totalmente diferente.
É dificil explicar.
Tivemos o jantar todo juntos, houve as prendas para as crianças e a troca de prendas das familias (tipo amigo secreto), foi muito giro.
Para além de tudo isto há a "equipa" de pessoas do colégio que torna isto tudo possível, que ao longo das últimas semanas não tem horários nem limites para que tudo corra bem.
Temos o nosso "coreografo" de serviço (que é o educador do ATL) que cria todos os esquemas e em conjunto treina as coreografias de pais e crianças.
Temos todas as pessoas que ali trabalham empenhadas em fazer um dia especial.
E conseguem, porque para além do cansaço e do trabalho que é necessário, existe um amor, uma entrega sem limites, que permite fazer uma festa daquelas.
A sala podia ser simples, as decorações artesanais, mas o calor amor, sentia-se no ar, por tudo isso foi um momento especial, para nós, para os nossos filhos e familiares que estavam presentes.
E por tudo isto e muito mais que as palavras não conseguem documentar...obrigada.

2 comentários:

Mãe Gabi disse...

Fantástico não é???
Boas festas para vocÊs!

ana_paula disse...

Nota-se que deliraste com tudo :) ainda bem que as escolhas pela mudança foram boas.

Beijos

Paula