Como eles crescem

quinta-feira, março 04, 2010

Bullying - Atenção

Bullying é um termo inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (bully ou "valentão") ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender. Também existem as vítimas/agressoras, ou autores/alvos, que em determinados momentos cometem agressões, porém também são vítimas de bullying pela turma.
.
Este é o significado, quando damos uma vista de olhos pela internet.
Mas o bullying é isto e muito mais, porque as marcas que podem deixar numa criança são irreversíveis.
Quem na escola não teve amigos chatos que gozavam, ou irritavam? Eu tive.
Mas nessa altura ainda estávamos longe do bullying, hoje em dia para além da pressão psicologica, a fisica ultrapassa tudo o que é de bom senso. E não nos podemos esquecer que estamos a falar de crianças!
Esta semana foi o Leandro que não aguentou a pressão e decidiu por fim ao seu sofrimento.
É engraçado esta situação arrastou-se um ano, com passagens pelo hospital, será que na escola ninguém viu, ninguém se apercebeu, à verdade é que decidiram não prestar declarações e abriu-se um inquerito.
O Leandro está morto, e infelizmente é um exemplo de que temos de estar atentos.
A Associação de Pais falou que a criança não estava referenciada!!! Mesmo que não estivesse referenciada, por falta de informação dos pais, os registos hospitalares seriam suficiente ou não?
Isto a mim revolta-me um pouco, esta audiência silenciosa que prefere não falar do que assumir que presenciaram vezes sem conta as agressões, isso daria muito mais trabalho, para além de terem de mexer com a sua consciência e pensar que podiam ter evitado esta situação.
O Leandro está morto, quantos mais serão precisos para acordar esta "comunidade", as escolas não era suposto serem agentes de educação?
.
Eu como mãe, e principalmente depois de ter visto um programa da Oprah sobre este tema, tornei-me mais atenta, e confesso que fiquei chocada...
Temos de estar atentas aos sinais, os nossos filhos têm de perceber que podem contar connosco incondicionalmente, temos de falicilitar a partilha seja do bom ou do mau, e temos de agir, participar à escola se necessário, temos de evitar esta evolução, e com certeza que as crianças que praticam bulliyng devem ser acompanhadas e essas sim referenciadas, não marginalizadas, mas observadas atentamente para que de futuro não hajam mais Leandro's.
.
Desculpem a revolta, mas alguma coisa tem de ser feita, e a comunicação e informação é meio caminho andado para lidarmos com a sociedade dos nossos dias.
Aqui fica um site sobre o tema. Informação nunca é demais.

9 comentários:

Carla Isabel disse...

pois e infelizmente pouco ou nada se tem feito...

coquinhas disse...

:(

bom regresso* beijos

Dylan disse...

O caso de bullying ocorrido em Mirandela vem expor à saciedade a gravidade desta praga. O problema já ultrapassou os portões escolares para entranhar-se de uma forma asquerosa na vida social e no local de trabalho. Porque não estamos a falar apenas de uma obsessão pelo poder, da dominação sobre um indivíduo, mas de um agressor que ameaça tornar-se num potencial criminoso. Esta forma de intimidação pode ter tido origem dentro do ambiente familiar onde a educação infantil não foi devidamente acautelada. A escola de Mirandela foi a primeira a descartar-se, por isso, à semelhança do que aconteceu noutros países com casos semelhantes, deveria ser duramente responsabilizada, começando pelo autismo das chefias e reforçando a vigilância preventiva de todos os intervenientes do sistema educativo.

http://dylans.blogs.sapo.pt/

Carla O. disse...

É mesmo preocupante, daí que venho alertando os meus filhotes para isso, e para o facto de nos contarem tudo, sem medos e sem vergonhas.
Bjs

MARNUNEFREI disse...

Please see! money as debt

http://www.youtube.com/watch?v=vVkFb26u9g8

ZEITGEIST: ADDENDUM

http://www.zeitgeistmovie.com/

project camelot magnetic motor

http://www.youtube.com/watch?v=hkgyY47duCM

Important please pass forward

Luh disse...

olá. gostei do seu blog e estou te seguindo.. e é muito bom alertar as pessoas sobre o bullying, eu por exemplo qd era criança sofria muito de chegar em casa chorando, e isso é uma triste realidade, graças a Deus cmg nao foi tao serio.. mas muitas pessoas nao tem a msm sorte!beijao. passa no meu blog dps se quiser. beijos

Carol Bonando disse...

olá. é minha primeira vez no blog, e lendo seu post lembrei de uma coisa muito importante e que aumentou o grau de piora nos quadros deste caso que irei falar: a autoflagelacao.
As crianças e adolescentes tem se cortado, arrancado os cabelos, roido mais unhas até sangrar, dado socos em paredes... isso também é muito preocupante e as escolas e os pais também precisam ficar atentos aos machucados dos filhos e atitudes.
Eu nao tenho filhos, tenho apenas 25 anos e o mundo está tao de ponta cabeça que, juro, nao sei se teria.

Cristina disse...

noticias dos teus pestinhas? Está tudo bem? Bjs
Cristina

Cristina disse...

noticias dos teus pestinhas? Está tudo bem? Bjs
Cristina