Como eles crescem

terça-feira, outubro 04, 2005

As "tralhas" do pestinha


Agora apanhou este vicio de levar todos os dias qualquer coisa com ele, para a escolinha, ontem foi o Homem-Aranha e a sua namorada Barbie, hoje levou o filme "Invasão dos Minissauros" (desde já aconselho, é muito giro, já o vi pelo menos umas 10 vezes ;0), esta situação já se vem a arrastar mais ou menos desde o início deste novo ano, hoje decidi falar com a P. (educadora), e ela explicou-me que nesta idade é perfeitamente normal agirem assim, e todos eles fazem isso.
Eu própria pude confirmar isso, cada um traz uma coisinha de casa, seja um carro, um livro, um boneco, depois reunem-se todos no páteo, mostram uns aos outros e "trocam" brinquedos, a felicidade estampada no rosto deles é imensa porque todos os dias há novidades, o pior mesmo é depois conseguirem encontrar os brinquedos que pertencem a cada um deles, e restituí-lo em perfeitas condições :-P

8 comentários:

Rita disse...

Coisas de crianças. É mesmo assim. Eles gostam de mostrar aquilo que têm.

Beijinhos

Rita

Carla O. disse...

É uma segurança para eles, um bocadinho de casa. Realmente o pior é o estado deles no final ;).
Adorei a namorada do homem aranha, eheheheh!!!
Beijinhos,
Carla e piscos

Gina disse...

É mesmo assim... o Gonçalo também já tem levado um ou outro bonequinho. Mas, por acaso, na escolinha dele, elas têm o cuidado de guardá-los logo na mochila (até porque é contra o regulamento levarem coisas de casa para brincarem durante o dia, pois há outras actividades, próprias da rotina "escolar").
Beijoquinhas

Contas e Cores disse...

Obrigada pelos Links!! Beijinhos a ti e eao teu pestinha... :)

Patricia e Companhia Lda. disse...

Para eles é uma segurança é um elo de ligação com casa.
beijoquinhas
Librinha e melguinhas

Raquel disse...

É um miminho que leva de casa e depois se todos levam ele não quer ficar atrás...
:)

Clara Sonhadora disse...

Essas trocas... problema é qd estragam, mas são apenas crianças, certo?
Bjos

AnaBond disse...

se estragar, venha outro, não é?

afinal para que se querem as coisas? ;)
(sim, é o meu lado optimista a falar)

adorei saber isso... é tão giro.