Como eles crescem

quinta-feira, março 02, 2006

Uma coisa que me deixa triste

...é quando eu falo da mana ao meu pestinha, ele dizer que não quer bébés :0(
Diz que são chatos, choram e não sabem andar nem falar.
Espero que seja só uma fase :0(
Neste momento não estamos a dar muita importância ao assunto, porque podem ser os ciúmes a começarem a aparecer...mas não deixo de ficar tristinha.

16 comentários:

Sandra J. disse...

Vais ver que depois vai adorar acompanhar o crescimento desse bebé que é chato e não anda e vai adorar apoiá-la para a ajudar a andar tal como o meu faz. E até se torna chato de lhe andar sempre aos beijinhos!

Rute disse...

é natural essa relutancia em relação aos bebés. Qd ele começar a ver a mana a rir para ele e a pedir-lhe colinho tudo vai mudar!!!
Tenta dizer-lhe que é importante o irmão mais velho na vida da bebé que ele vai ajudar-te muito com ela... pode ser que resulte

Catarina Agostinho disse...

VAI SER UMA FASE VAIS VER! QUANDO NASCER N VAI LARGAR UM MINUTO E QUANDO VER A BARRIGUINHA DA MAMÃ GRANDINHA VAI ADORAR!
BEIJOKAS
CATARINA E JOÃO

Mamã trintona disse...

Vais ver que depois da mana nascer, a reacção dele será bem diferente.
Joquinhas
Sofia

arwen disse...

olá!
olha.... o meu zé tb tinha essa reação qd eu estava grávida da mais nova, é mais novo é certo... mas tb teve uma fase de rejeição, muitas vezes qd perguntavam-lhe se quer a mana, ele dizia que não! e outras perguntavam "entao a mana está a chegar!?" e ele dizia "não, não vem"...eram ciumes... e é normal, ele ainda hoje os tem, acho que fazem parte, da vida!
beijos

mãe gabi disse...

é mesmo uma fase.eu lembro qd a minha mãe ficou gravida eu tinha 5 anos.nao queria manos..chorava qd as pessoas me diziam vais ter um manos bla bla bla, nao mexia na barriga da minha mãe. tudo mudou quando ele nasceu!e tenho uma foto com ele ao meu colo,tao pequenino ainda com dias...uma foto bem ternurenta ainda hoje gosto de a ver!

guga disse...

Tenho a certeza que ele vai adorá-la (até demais, vais ver) por isso não fiques tristinha.

bjs Sandra

Raquel disse...

Ainda bem que o meu ainda não fala...lolololol :D
Vais ver que depois passa...não stresses!
Beijocas

Rita disse...

Também me parece cimileira.

Vai passar vais ver.

Beijinhos e bom fds

Rita

Isabel Pinheiro disse...

Vais ver que isso passa...
Bjs

Isa e Pedrocas

eu-sei-lá disse...

Eu ainda não tenho experiência em relação a isso, mas pelo que as minhas amigas dizem é apenas uma fase, tenta não te preocupares muito.
Obrigada pela tua visita ao meu blo
Beijocas e bom fim de semana
Ruth+Diogo

XanaA. disse...

Quando ele vir a mana, não vai querer mais nada! :D

Bjs e bom fds

Sandra Marques disse...

Vais ver que isso é uma fase eu tive uma colega que o filho dizia que não queria o mano até ele nascer mesmo, nem a maternidade quis ir ver a mãe. Quando vieram para casa ela tentou sempre dar relevo á importância dele (tinha 3 aninhos), pedia-lhe ajuda, para segurar nas coisas, para ir buscar outras e logo ele começou a adorar o mano. Agora não os conseguem separar que o mais velho fica inconsulável.

Beijos
Sandra e Pedrinho (já com 4 meses!!)

Costinhas disse...

Conselhos sábios não tenho, ma acho que deves apostar na mentalização que ele não vai perder terreno com a chegada da mana. Ajudá-lo a compreender o que se vai passar... se vires que isso se mantém assim, porque não falas com alguém especializado para te ajudar a preparar o terreno?

Beijinhos

Henriques disse...

Decerto é uma fase e compreensivel porque já começa a aperceber-se do que o rodeia, e os cíumes fazem parte do processo de crescimento. Mas acho que nada melhor do que começar a preparar o terreno sem muita pressão.. Beijinhos

Carla O. disse...

Não fiques triste Paula! Com o meu Pedro aconteceu algo parecido, ele até mudava de assunto :). Até que me disseram no colégio que ele andava muito feliz com a vinda da irmã.
Dá-lhe tempo, e vai-lhe dizendo e assegurando que o lugar dele se mantém e que o teu (vosso) amor por ele nunca mudará. Experimenta a dizer que a mana é dele e mete-lo em todos os preparativos.
Um grande beijinho
Carla e piscos