Como eles crescem

sexta-feira, outubro 12, 2007

Vida nova

.Da casa nova,
É clara, arejada, luminosa. E toda aquela natureza ali do lado de fora de qualquer porta ou janela, é o delírio, principalmente para eles.
As pessoas da zona, algumas delas eu já conhecia de alguns anos, de quando eu própria ía para aquela casa passar férias.
São afáveis, comunicativas ( do tipo passa-se uma hora a falar sem dar por isso), são prestáveis, mas também um pouco reservadas.
.Do novo percurso,
Gosto de estar do outro lado ( do deserto;) e para chegar a Lisboa demoro apenas 45min / 1 hora, sem grandes complicações.
.Do no colégio,
Sem palavras, pela positiva claro!
O Henrique que é super picuinhas com a comida (isso daria outro post) está a re aprender a gostar de comida, a saboreá-la, sem rejeições, sem birras e com muita vontade de experimentar.
Alguém se tem preocupado em ajudá-lo nesse aspecto, e posso agradecê-lo desde as directoras até ao educador o M. que é 5 estrelas.
A Madalena continua a resmungona habitual, mas nota-se que está a adorar o seu novo espaço, as novas pessoas que tomam conta dela, mais uma vez o mérito vai para a educadora a C., uma menina que ao inicio me deixou de pé atrás por ser tão nova, mas depois me mostrou que a idade nem sempre é certeza de "melhores" conhecimentos.
Incrivel a abertura de como as coisas funcionam lá, desde direcção, educadores, cozinheiras, auxiliares, todos se falam, todos se conheçem, todos se preocupam, faz-me lembrar uma grande família mas mais algumas regras do que nós em casa.
Como veêm até agora só ganhámos com a mudança.
»no próximo post virá a reportagem fotográfica, acho eu !»

2 comentários:

sorrisos da minha alma disse...

Vida nova que vos trouxe energia boa!
Boa sorte e tudo de bom é o que vos desejo.
Bjs

Maria disse...

só coisinhas boas então..::)
bjnho

bom fds