Como eles crescem

quinta-feira, setembro 24, 2009

Insegurança Infantil

Um assunto que nem sempre é muito falado, até porque só há bem pouco tempo é que se "reconheçe" que as crianças também sofrem de inseguranças e em casos mais extremos de depressão.
Confesso que a relação dele com a comida sempre me preocupou, e sempre foi um cavalo de batalho, mas nunca a associei a outras coisas como a insegurança, ontem após uma conversa mais extensa com as directoras do colégio, percebi que tudo pode estar relacionado.
O Henrique é um menino alegre, meigo, inteligente, mas nem sempre seguro de si.
Se por exemplo começa a ler um texto e a primeira frase corre menos bem, é meio caminho andado para bloquear e ter muito mais dificuldade em ler o resto.
Gosta de conquistar os amigos e se necessário for partilhar o lanche ele fá-lo, se necessário for ele emprestar a Playstation mesmo que não jogo ele fá-lo.
Tenho sorte em ter pessoas atentas, como é o caso do pessoal do colégio que quando necessário falam comigo das conquistas mas também das dificuldades dele, pessoas essas que convivem com ele há 3 anos, gosto delas, confio nelas mas acima de tudo gostam dele, preocupam-se com ele.
Se me perguntarem o que penso fazer, assim não sei bem, vou informar-me, vou continuar o meu trabalho em conjunto com elas, e vamos ver a evolução do pestinha Henrique.
Tenho a certeza que vamos conseguir.
.
Caso tenham alguma experiência nesta área, agradeço as dicas que nos possam ajudar
.
Entretanto aconselho vivamente este livro do psicologo Eduardo Sá, a nossa vivência com eles é abordada de uma forma genial. Leiam, a mim foi-me aconselhado pelas pessoas de que falei há pouco.



4 comentários:

XuXu disse...

Oh pá...
A minha filha tb espelha as inseguranças na hora da comida...
até tem cólicas á hora exacta de 15m pró meio dia Lol...
Ontem chegou-me lavada em lagrimas, a soluçar... porque a prof tinha lhe enfiado o pão na boca...
e aos 6 anos uma carcaça é muito pão!!!
Já para n dizer que é sempre a última no refeitório seja qual for a refeição...
Já pensei em ir cm ela a umas sessões de psicologo pra eu ter ajuda a lidar com a coisa, mas n encontro ninguém disposto a acompanhar a miuda pelos anos que ai vem... alguem k perceba minimamente do assunto ...
Vou tentar encontrar o livro de que falas... adoro o Eduardo de Sá...
Beijokas enormes

Charilas disse...

Olá!

A insegurança pode, em alguns casos, estar relacionada com a falta de auto-estima. Não sei se é o caso do teu menino, qualquer das formas, li um artigo que achei interessante e talvez possa dar algumas dicas interessante:

http://aconversacompais.blogspot.com/2009/04/ideias-para-promover-auto-estima-das.html

Espero que ajude.

Bjs,

Sandra

Carla Isabel disse...

Olha querida experimenta fazer meditação/relaxamento com ele.

Bjs

A mamã disse...

pois Paula ..sabes que nesse assunto a minha Bia tb é expert :-(
não conhecia esse livro mas a educadora da Kika fala muito desse senhor . Vou procurar
Obrigada
Bjs