Como eles crescem

quarta-feira, novembro 29, 2006

Eles e a comida

Ele sempre foi o tipico "pisco", quando era bébé as coisas nem corriam mal, lá bebia o seu leitinho embora enjoasse rapidamente.
Quando chegou à altura dos sólidos as coisas complicaram-se, embora comesse bem a sopinha, de resto a única coisa que ele comia realmente bem era a carne picada e as batatas fritas.
Quando entrou para a "escolinha" a educadora teve a dificil tarefa de (re) educar a nível de alimentação, um processo dificil que deu frutos passados alguns meses. Chegou uma altura que na "escolinha" ele já comia tudo e em casa ainda continuavamos a luta.
Só há um mês atrás consegui que ele (de livre vontade) iniciasse uma alimentação mais elaborada, e nisto incluem-se todos os pratos com molhos, desde almondegas, esparguete à bolonhesa, jardineira...etc.
Tudo isto foi um processo nem sempre fácil, com algumas birras à mistura, no entanto tivemos o cuidado de não exagerar na insistência, para que ele não criasse uma relação de ódio com a comida.
Confesso que a culpa foi um pouco nossa, quando ele não queria comer preferíamos dar-lhe batatas fritas e hamburguer só para não vê-lo sem comer. Mas a verdade é que aprendemos com os nossos erros e em relação à Madalena as coisas já não seguirão esse caminho, acho que tenho um pouco de sorte porque ela parece-me mais comilona e mais disposta às novidades, troca facilmente o seu biberon de leitinho por um iogurte, ou por uma sopa ou até por uma papinha.
Aqui fica o meu testemunho para as mamãs com piscos em casa, cuidado porque eles conseguem dar-nos a volta mesmo sem perceber-mos ;o)

7 comentários:

Sorrisos da minha Alma disse...

E tu descobriste bem a tempo :-))Parabens mamã. Temos que nos impor muitas das vezes, em relação a Duda eu nunca fiz outro prato, se não queria comer o que tinha no prato simplesmente ia para a cama sem comer e aos poucos ela foi se rendendo :-))
Beijocas e boa continuação

Célia disse...

Olá!
Descobri o teu blog á pouco tempo, mas nunca comentei. Hoje ao ler o teu post identifiquei de imediato essa situação com a que tenho com o meu filho. O tiago tem 22 meses e faz uma birra enorme para comer o 2.º prato. Só quer comer as batatas fritas ou esparguete, nem a carne picada ele quer comer só se for na sopa. No infantário dizem-me que ele faz um pouco de birra no inicio mas depois come tudo. Nem sei bem como lidar com ele em relação a isto!
Bjs
CÉLIA

a mamã Paula disse...

Célia gostava muito de te dar umas dicas, mas não sei qual é o teu blog...

beedrill disse...

o Diogo sempre comeu muito bem,até aos 16 meses,a partir daí come menos bem,mas é basicamente a sopa que ele não gosta...porque tudo que é novidade ele está disposto a experimentar,então se nos vê comer quer logo provar...
beijinhos grandes

Anónimo disse...

Eu passo por esse martirio desde o inicio do Verão . O henrique comia muito bem, mesmo muito bem e de tudo e de repente passou a alimentar-se só de hamburgeres, massa e pão. Eu já não insisto, mas é uma tormenta.

Beijinhos

Sandra J. disse...

Eu tenho o contrário: um filho que sempe comeu de tudo sem refilar e uma filha que ontem jantou uma banana e 3 colheres de arroz porque a sopa provou e não quis e porque não lhe dou alternativas!
E a ler o que escrevi parece que sou muito má...
Bjs

guga disse...

Pois é, às vezes custa dizer não mas é melhor para eles.

bjs Sandra